O que Você Pode Fazer Hoje para Realizar os Sonhos dos seus Filhos? 

mãe e filhos

Olá, mais um dia! E como o ano está só começando, eu te pergunto: que tal fazer algo diferente dessa vez? Vamos marcar 2022 como um ano especial?

Com todas as mudanças que ocorreram de forma mais acelerada por conta da pandemia, todos nós temos pensado sobre alternativas e sobre como construir um futuro melhor, principalmente para nossos filhos.

E você já pensou em construir uma carteira de investimentos justamente para os seus filhos, mesmo que eles ainda nem tenham nascido?

Talvez nesse momento você já esteja pensando: eu ainda não faço uma boa gestão do meu orçamento doméstico, mal consigo fazer o dinheiro sobrar, quase não poupo… Como eu seria capaz de investir para alguém?

É importante lembrar que pessoas de sucesso se destacam muitas vezes por elas não esperarem ter todas as condições favoráveis para fazer o que acreditam ser o certo, o que é o melhor pra elas. E mais: elas normalmente tem um motivo muito forte. Podemos dizer que possuem um ‘porquê’ e um ‘por quem’ estão fazendo aquilo.

Imagine então você começar hoje e 20 anos depois o seu filho poder contar com esse montante para realizar seus sonhos e ter, talvez, uma vida mais leve, sem toda a pressão que você mesmo teve ao ter que escolher uma profissão, tão novo, com aquela ansiedade de ganhar dinheiro.

Imagine também seu filho poder optar por ingressar na melhor universidade, estudar fora do país, fazer uma pós graduação, montar um consultório médico ou abrir um negócio. Ter uma carreira mais tranquila e o poder de escolha que talvez você não tenha tido.

Isso tudo graças ao poder mágico dos juros compostos. O Economia Sem Mito possui excelentes artigos técnicos explicando esse conceito e como ele pode jogar a nosso favor.

Começar a investir o quanto antes pensando no longo prazo do seu filho pode proporcionar estabilidade e segurança para ele. E posso afirmar com certeza que estes são valores importantes para todos os pais e mães. São as escolhas dos pais que os filhos agradecerão no futuro.

Compartilhe:

veja também: