Dívidas de Fim de Ano – Ainda dá Tempo de Terminar o Ano no Azul?

pessoa fazendo conta

Muito mais do que festas e confraternizações, o fim de ano é também um ótimo momento para refletir sobre as finanças pessoais e se organizar para o ano que vai começar. Com planejamento e disciplina, é possível sim quitar as dívidas e chegar até o fim do mês de dezembro totalmente no azul. Essa é, inclusive, uma excelente época para refletir quais foram os seus erros e acertos em relação ao dinheiro e para entender onde você quer chegar e o que quer conquistar em 2022. Algumas estratégias podem ajudar nessa jornada, que deve começar imediatamente. Lembre-se, estamos a poucos meses do fim do ano e o quanto antes você tomar a iniciativa, mais rápido vai atingir seus objetivos.

Primeiramente, organize e controle seu orçamento. Conheça bem os seus números. Muitas pessoas não sabem exatamente quanto ganham e nem quanto gastam. A melhor forma para conhecer esses números é anotando tudo e, para isto, vale usar aplicativo financeiro, planilha de Excel, bloco de notas do celular ou o bom e velho caderninho.

Sabendo qual será o seu saldo positivo, fica muito mais fácil provisionar o que cabe dentro daquele montante. Anote gastos fixos como aluguel ou prestações já existentes, mensalidade e rematrícula de escolas, cursos, impostos obrigatórios etc. Acompanhar mensalmente essa lista também é importante para garantir que o planejamento está sendo seguido. Qualquer gasto extra deve entrar imediatamente na lista.

Se você é daqueles que facilmente se perde entre tantos carnês e boletos com prestações a perder de vista, uma estratégia interessante é tentar unificar todas as parcelas pendentes de várias dívidas em uma só, com prazo prolongado, taxa menor e um valor de parcela que realmente caiba no orçamento mês a mês.  Além disso, aproveite para repensar a utilização de carnês de loja, cartões de crédito ou até mesmo empréstimos bancários, não entre em novas dívidas!

Por fim, vale lembrar que a falta de uma reserva de emergência é a principal causa do endividamento. A reserva é um valor equivalente ao total de suas despesas mensais multiplicada por um número de meses, que normalmente variam entre 3 e 12 meses. Esse recurso serve para aquele problema inesperado que pode acontecer tanto com você quanto com alguém muito próximo ou que dependa financeiramente dos seus recursos.

Ter uma reserva pode assegurar que você seja o seu próprio banco e consiga passar por momentos turbulentos sem ter que contratar aquele empréstimo pessoal com altas taxas ou, pior ainda, pagar o mínimo da fatura do cartão de crédito. Comece já!

Compartilhe:

veja também: