Como a Reserva de Oportunidade Pode te Ajudar a Mudar de Carreira?

mulher pensativa

Como a Reserva de Oportunidade Pode te Ajudar a Mudar de Carreira?

Olá, mais um dia! Mês passado falamos sobre como planejar suas finanças para o momento de transição de carreira. Comentei que o ideal é não utilizar sua reserva de emergência. É preciso planejamento. E se você já possui recursos investidos, pense em definir qual o tamanho da sua reserva de oportunidade!

Primeiramente vamos diferenciar o conceito de reserva de emergência, que é o valor necessário para situações inesperadas, fora do orçamento mensal planejado. Por exemplo, uma queda brusca da renda familiar por conta de demissão, despesas com uma doença grave ou gastos com manutenção de última hora do carro, dentre outros casos que nos pegam de surpresa. Utilizando a reserva de emergência não há necessidade de mudança considerável no seu padrão de vida e de sua família por conta da emergência. Ou seja, é um mecanismo de segurança e no fundo você não quer usar esse recurso.

Já o conceito de reserva de oportunidade é a criação de um montante para fazer investimentos quando surgirem boas oportunidades, em momentos específicos. A intenção é diferente: nós queremos ter a possibilidade de usar.

Os dois conceitos se assemelham por conta da escolha de ativos para a formação desses montantes: investimentos líquidos e seguros. Muitos educadores financeiros sugerem um valor equivalente a seis meses do seu custo de vida para formar a reserva de emergência. Já a reserva de oportunidade não tem um montante determinado, pois oportunidades podem surgir de todos os tamanhos, necessitando diferentes valores de recursos. Por isso é interessante pensar em uma construção dessa reserva, destinando um percentual dos investimentos para esse objetivo (como exemplo sempre que fizer um aporte separe 20% para construção dessa reserva de oportunidade).

Normalmente se fala em reserva de oportunidade para o mercado financeiro, como exemplo recursos que poderiam ser utilizados em uma queda da bolsa de valores provocada pela crise da pandemia. Ou ainda um imóvel sendo vendido a um preço de banana que você poderia comprar e passar a ganhar renda com o aluguel. Mas estendo esse conceito também para o empreendedorismo ou qualquer tipo de mudança que se deseje realizar na carreira.

Você já deve ter ouvido a história de uma pessoa (espero que não tenha acontecido com você!) que finalmente se viu frente a uma boa oportunidade, mas que infelizmente naquele momento não tinha como disponibilizar recursos e a oportunidade acabou passando. Amigo de infância que abriu um negócio e o convidou para uma sociedade e seria a sua chance de sair do CLT. Ou uma empresa que fez um convite para você assumir um projeto como autônomo PJ ganhando muito mais. Ou ainda uma franquia que você se apaixonou visitando uma feira.

Essa é a realidade da maioria das pessoas, mesmo as que possuem algum patrimônio investido. Porque a forma como investem não permite uma tomada de decisão baseada na oportunidade. E agora, você vai começar a destinar parte dos seus recursos para quando essas oportunidades chegarem?

Compartilhe:

veja também: